Anitta

Anitta usou as redes sociais, nesta segunda-feira (22), para rebater um comentário feito pelo presidente Jair Bolsonaro durante uma conversa com seus apoiadores, que teve trecho divulgado pelo jornal Metrópoles.

No trecho em questão, Bolsonaro responde à pergunta de um rapaz que cita um exemplo do governo nazista de Adolf Hitler para a educação infantil brasileira. O presidente, então, sem dizer nomes, menciona ter assistido a uma das lives sobre política feitas por Anitta com a advogada Gabriela Priolli, comentarista da CNN Brasil.

“É um transatlântico. Tem ministério que é um transatlântico, não dá pra dar um cavalo de pau. Eu gostaria imediatamente de botar a educação moral e cívica, botar um montão de coisas lá, coisas boas. Eu vi outro dia... eu tive o saco de ver, uns 10 minutos, duas mulheres - podia ser dois homens também, né? – ela não sabem nada! Não sabe o que é poder executivo. Daí ela fala, 'Não existe deputado municipal?'. Essas coisas absurdas. Isso aí, não é essa pessoa apenas não, é comum", disse ele.



Nos stories de seu Instagram, Anitta rebateu: "Mais uma vez, o presidente do país ocupado vendo o que eu faço ou deixo de fazer da minha vida. E por isso o país vai ladeira abaixo… Ao invés de se preocupar com essa economia, que o senhor disse que ia salvar, indo pro buraco".

Anitta


“É isso mesmo presidente. Eu e mais da metade dos brasileiros não sabem quais são os três poderes, não sabem o dever, por exemplo, do senhor, que ao invés de estar preocupado com o que eu estou fazendo da minha vida, devia estar cuidando do país, não é mesmo? Olha os preços de tudo aqui no nosso país, essa economia que o senhor disse que ia salvar, essa salvação da economia”, continuou ela, em vídeos gravados nos Stories.

“Pois bem, muita gente no nosso país não sabe o que deve fazer um presidente. Deve ficar no Twitter? Deve ficar no Instagram? Deve ficar fazendo fake news? Não! Muita gente não sabe, acha que o dever do presidente hoje em dia é ficar no twitter, talvez. Muita gente não sabe os deveres. E eu, com muito orgulho, como eu não tive esses ensinamentos na escola… Será que já tem uma nova política de aplicar nas escolas, no ensino público brasileiro? Eu, no meu ensino público, não tive aulas ou nada parecido que me ensinasse ou me ajudasse a entender sobre política, então, sem vergonha alguma, eu resolvi tomar classes ao vivo para que toda a minha audiência pudesse aprender junto comigo e com a minha amiga, que sim, entende muito de política... E muita gente aprendeu junto comigo, presidente. Fiz mais pela galera do que o senhor. Nesse quesito aí, e em outros também, eu posso falar isso”, acrescentou.

"Com muito orgulho agora, depois de aprender bastante, e de ler também o livro que essa minha mesma amiga escreveu, um ótimo livro por sinal, nunca votarei em políticos que fazem piada de cidadão que não entende sobre política. Por que um bom político deveria saber que o ensino público brasileiro é uma bosta e a gente não entende nada de política, se a gente depende do ensino que nos é fornecido em nosso país. Então, eu nunca votarei em nenhum político que faz piada e faz graça da falta de conhecimento e de educação que o brasileiro recebe", finalizou a cantora.

Veja: